Atrair tráfego qualificado para um website é apenas uma parte na equação que leva ao sucesso.

Grande parte das empresas quando pretende aumentar o número de leads ou vendas ou de um determinado produto, opta por aumentar o investimento para aumentar o caudal de visitas.

Basicamente, carregador no acelerador financeiro para obter mais visitas.

Contudo, de ano para ano, é cada vez mais difícil e dispendioso atrair visitas qualificadas e por essa razão grande parte dos esforços dos profissionais de marketing deve passar pelo processo de otimização, conhecido como CRO – Conversion Rate Otimization, um processo que tem como objetivo melhorar a taxa de conversão.

São inúmeras as alterações/implementações que pode fazer para melhorar os níveis de conversão de um website ou landing page, o que naturalmente depende de outros factores, como o contexto do projecto, budget disponível, etc.

Neste artigo, vou partilhar umas das ferramentas que uso para melhorar o número de conversões nos meus projetos e nos projetos dos meus clientes, Heatmap ou Mapa de Calor.

O que é um Heatmap?

Um heatmap é uma ferramenta de análise que utiliza um espectro de cor para identificar de forma gráfica as zonas de uma página web que obtêm maior atenção do visitante.

As zonas mais avermelhadas ou alaranjadas (cores mais quentes) , identificam as zonas com mais interação ou retenção e sempre que a mancha de calor se aproxime do verde ou azul( cores mais frias), representa as áreas com menor atenção do visitante.

Video Explicativo

Se preferir, pode visualizar o vídeo abaixo que resume o conteúdo do artigo em apenas 6 minutos.

Porque deve utilizar um Heatmap?

Utilizar um heatmap é uma das formas mais fáceis e acessíveis de interpretação analítica.

Através de uma interpretação gráfica vai rapidamente retirar insights sobre o comportamento do seu utilizador sem ter que analisar métricas e kpi’s, de uma forma intuitiva.

Algumas das situações em que um mapa de calor pode ser bastante útil:

  • Website Redesign
    • Testar a usabilidade do website
    • Avaliar a percentagem de scroll em cada página de serviços/produtos
    • Testar e analisar diferentes layouts
  • Testes A/B
    • Testar diferentes conteúdos
    • Testar CTA’s – Call to actions
    • Mudar a zona do formulário para avaliar % de conversões
  • Copywritting
    • Identificar os cabeçalhos que melhoram captam a atenção e levam ao clique
    • Saber quais as imagens que obtêm mais atenção por parte da sua audiência

Funcionalidades de um Heatmap

Scroll

Ao usar um heatmap vai poder analisar a percentagem de scroll que os seus visitantes fazem.

Isto é algo especialmente importante para analisar se os CTA – Call to Action estão bem posicionados ao longo da página.

Quando temos uma landing page para geração de leads é super importante perceber o drop-off, ou seja, a percentagem de pessoas que abandona a página antes de chegar ao formulário ou ao CTA.

Assim podemos identificar as zonas do website mais propicias para colocar o formulário para que a conversão tenha mais probabilidades de acontecer.

No exemplo abaixo, podemos analisar uma página do meu blog, Marketing Digital não funciona, em que o uso de um Heatmap permitiu tomar decisões estratégicas.

Após analisar a percentagem de scroll e drop-off, percebi que muitas pessoas abandonavam os artigos porque não conseguiam encontrar de forma imediata o que procuravam.

Esta situação é bastante frequente, devido ao tamanho dos artigos e à quantidade d  e informação que o mesmo disponibiliza.

Por essa razão, decide colocar uma tabela de conteúdos no inicio do artigo, que funciona como um índice.

Assim, sempre que o utilizador deseje navegar para uma área específica do artigo, pode fazer-lo sem necessidade de fazer scroll até encontrar o conteúdo que procura.

Clicks

Perceber onde os visitantes clicam é da maior importância, por um lado podemos avaliar as zonas do website onde o utilizador mais clica e por outro podemos perceber se estamos a confundir o visitante com algum elemento distrativo ou que possa indicar ser clicável quando não o é.

Com esta análise, pode criar o mesmo link em zonas diferentes do website e com designs diferenciados. Experimente colocar uma anchor text e um butão e analise quais dos dois tem melhor performance.

Se trabalha como afiliado, esta ferramenta vai ajudar a perceber se as pessoas clicam no link do seu produto de afiliação.

Eye Tracking

Esta função ajuda-nos a perceber onde se fixa o olhar do utilizador na tela. Como a ferramenta não tem forma de monitorizar o nosso olhar, utiliza a posição do rato para determinar as zonas que mais concentram a atenção do utilizador.

É frequente alterar as imagens contextuais, ou hero shot, para perceber com que tipo de imagem o utilizador mais se identifica, assim, pode fazer um teste A/B e perceber com que tipo de personagem o seu cliente mais se identifica.

Outro aspeto importante é avaliar a retenção do copywritting da sua Landing Page ou Website.

Com esta função, pode perceber qual a parte do texto que mais atenção recebe por parte da sua audiência.

Isto é especialmente importante, porque numa estratégia de copywritting existem diferentes formas de se conectar com o seu público, falando do problema, da identificação, da solução, entre outros.

Gravação de Sessões

Já pensou o que o usuário faz quando visita o seu website? O que se passa quando alguém abandona o website em segundos?

A gravação de sessões vem dar resposta a estes problemas, cada sessão é gravada como se fosse um tutorial em vídeo, o que nos permite perceber a navegação de cada utilizador, tal e qual como foi realizada.

Este é um excelente contributo para avaliar qual o percurso realizado pelo usuário em cada página web, de uma forma real.

É especialmente importante para identificar padrões de usabilidade em utilizadores que abandonam a página em poucos segundos, mas também para perceber o que motiva os utilizadores com tempos de permanência em página mais elevados.

Pessoalmente, quando faço campanhas no Facebook Ads, tenho por hábito perceber como se comportam os utilizadores que visitam o website através dos anúncios.

Ferramentas de Heatmap

Existem várias ferramentas de heatmap que pode usar nos seus projectos, como o Hotjar ou Crazy Egg, provavelmente os mais conhecidos do mercado.

São excelentes ferramentas e têm a vantagem de começarem com versões freemium, contudo se você é profissional de Marketing, Agência ou Freelancer e quer implementar essas ferramentas nos seus projectos ou clientes, então tem aqui uma possibilidade de monetizar este serviço.

Qual a melhor ferramenta de Heatmap?

Naturalmente cada pessoa terá a sua opinião e preferência, a minha recai para uma ferramenta que gosto bastante, a Heatmap Tracker .

Com o Heatmap Tracker, a licença tem um custo de 37$ mensais, com a vantagem que pode criar sub-contas para cada projecto ou cliente e utilizar o seu próprio branding.

Quais as principais vantagens do Heatmap Tracker?

Existem vários aspectos que me agradam nesta ferramenta, tais como:

  • Garantia 30 dias para devolução
  • Instalação em websites ilimitados
  • Dados de visitantes
  • Click tracking
  • Heatmaps
  • Gravação de sessões
  • Pageviews ilimitados
  • Gravações ilimitadas
  • White label
  • Criação de sub-contas para clientes
  • Permite a utilização de branding
  • Updates ilimitados

Conclusão

A utilização de uma ferramenta de heatmap/ mapa de calor nos seus websites ou landing pages é sem sombra de dúvida algo que vai ajudar a construir uma visão mais critica dos seus websites.

Devido ao seu aspeto gráfico, vai retirar insights valiosos muito rapidamente sem necessitar de analisar métricas e KPI’s.

Au utilizar um mapa de calor, vai identificar os diferentes comportamentos dos seus usuários de uma forma real.

Será bem mais fácil, testar diferentes designs e identificar problemas que possam convidar as pessoas a abandonarem a sua página em poucos segundos.

Visite a página da Heatmap Tracker e utilize esta fantástica ferramenta a um preço super-acessível.