Medir Conversões Offline no Marketing Digital é super importante para obter uma interpretação correcta dos dados.

Neste artigo, vou partilhar consigo, 6 dicas para medir Conversões Offline no Marketing Digital.


Conversões Offline

Um dos problemas mais recorrentes que fui encontrando ao longo dos anos, nos projectos onde tive oportunidade de colaborar, prende-se com a medição de conversões.

Quando o projecto opera exclusivamente na esfera digital, o problema está resolvido, seja através do tracking de conversões no Google Analytics, Tag Manager ou o backoffice do website/loja online, é possível perceber de forma relativamente simples, as conversões conseguidas.

Contudo, quando trabalhamos com empresas B2B ou negócios que também têm espaços físicos, torna-se um pouco mais difícil atribuir a conversão com o rigor desejado.

Vídeo

Se desejar, pode assistir ao vídeo que preparei para si que resume este artigo.

6 Dicas para Medir Conversões Offline

1)  Questione o seu cliente

Muitas vezes, os clientes são impactados pelas campanhas digitais mas optam por comprar/encomendar num local fisico ou entrando em contacto com a empresa através de email ou telefone.

Este comportamento é muitas vezes motivado por falta de confiança em realizar compras online ou falta de conforto na realização do processo de checkout.

Parte significativa dos consumidores faz “showrooming” que basicamente consiste em conhecer o produto em canais digitais e depois realizar a compra no espaço fisíco e o inverso ( webrooming“) é igualmente válido.

Se o cliente é novo e vai fazer a sua primeira venda, então o procedimento padrão será criar uma ficha de cliente e este é o momento ideal para perguntar “como encontrou a nossa empresa?” ou “como chegou até nós?”.

Algumas estatística sobre este fenómeno, num artigo publicado pela Shopify:

  • 23% das pessoas não quer aguardar pela entrega do produto

  • 46% gostam de visitar a loja para tocar e sentir o produto antes de o comprar

  • 36% vão perguntar à loja de pode igualar o melhor preço encontrado online

  • 37% gostam da possibilidade de devolver o produto na loja, caso algo corra mal

Reserve um espaço na ficha, para identificar canais que considere relevantes, como Anúncios Facebook, Campanha de Email, Google ( entenda-se S.E.O), etc.

Com este gesto super simples, no final do mês vai conseguir perceber como os novos clientes chegaram até si.

2) Crie condições especiais para Campanhas Digitais

Quando a natureza do negócio obrigado a um local de atendimento é expectável existirem custos de funcionamento associados.

Se tiver uma loja, será necessário pagar renda, energia, impostos, colaboradores para atendimento, etc…  Por outro lado, criar uma loja online de raiz , podeimplicar apenas uma fracção dos recursos financeiros quando comparado com um negócio local/físico.

Adicionalmente, o negócio online tem um potencial enorme, devido à economia de escala.

A título de exemplo, uma loja de venda de calçado, com 2 colaboradores tem uma capacidade de produção limitada, basta pensar que só pode atender um cliente de cada vez.

Posto isto, é legitimo e compreensível que possa criar condições especiais para o digital, será uma forma de partilhar parte da margem com o seu cliente.

3) Vouchers / Cupões de Desconto

Para fazer um tracking efectivo das suas campanhas, pode criar vouchers ou cupões de desconto com códigos específicos por canal.

A beleza desta estratégia simples, é que funciona para lojas online bem como negócios presenciais.

Se vai fazer uma publicação numa revista pode criar um cupão especial apenas para esse canal que poderá ser descontado numa loja física ou na sua plataforma de e-commerce.

4) Geração de leads na fase inicial do Funil de vendas

Foque-se na geração de leads na fase inicial do seu funil de vendas, desta forma vai poder recolher contactos de potenciais clientes que se encontram numa fase inicial da sua jornada de compra.

Assim, quando fizer um novo cliente, pode procurar saber se o mesmo já interagiu com a sua empresa em momentos anteriores.

O Active Campaign é uma plataforma de excepção para este caso, uma vez que permite saber quais as páginas que determinado contacto visitou no seu website.

Inscreva-se já e teste gratuitamente o Active Campaign durante 15 dias e se quiser aprender a dominar esta ferramenta de email marketing, poderá inscrever-se no meu curso online de Email Marketing & Automação com Active Campaign ou se preferir pode fazer o Mini Curso Gratuito que disponibilizo no meu canal de Youtube.

5) CRM

Utilizar uma plataform de CRM pode ser uma excelente forma de medir as conversões offline.

Se o seu negócio depende de uma equipa de vendas para fechar negócios, então pode criar um sistema de lead score, para classificar a temperatura de cada lead.

Ao criar esta grelha de classificação vai assegurar que o contacto não é passado para a equipa de vendas, cedo demais, frustrando o negócio e desmotivando a equipa de vendas com leads que não estão preparadas para converter.

6) Sistema Click2Call | CallPage

Por fim, a última dica que partilho consigo é sobre uma excelente ferramenta que descobri nos últimos meses…

O CallPage é um sistema Click2Call que permite que o visitante do seu website solicite uma chamada automática gratuita através de um simples clique.

Depois de introduzir o número na aplicação, o CallPage inicia a chamada para o dono do website e assim que o mesmo atender, reencaminha a chamada para o cliente.

Fantástico não é?!

Com esta plataforma, vai conseguir saber quais são as páginas que estão a gerar chamadas, o que é simplesmente genial.

Crie a sua conta gratuitamente e teste o CallPage durante 7 dias sem quaisquer compromissos e se quiser aprender a configurar esta ferramenta assista ao Guia Completo em Vídeo .